Metroviários de SP marcam greve para a próxima quinta-feira

Funcionários distribuíram panfletos para passageiros na manhã desta terça-feira; Sindicato alega que o motivo é a privatização das Linhas 5 e 17

Metrô de SP Foto: DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
Os metroviários de São Paulo marcaram para a próxima quinta-feira, 18, uma paralisação de 24 horas. Segundo o Sindicato dos Metroviários de São Paulo, o protesto é contra a privatização das Linhas 5–Lilás e 17–Ouro, marcada para ocorrer na sexta-feira, 19.

Na manhã desta terça-feira, 16, os funcionários do metrô entregaram um panfleto aos passageiros, chamada de carta aberta à população. De acordo com a categoria, a privatização diminui o número de metroviários.

Panfleto sendo distribuído em algumas estações do Metrô de SP.
A greve também acontece contra a terceirização das bilheterias do metrô e aumento das tarifas. A proposta passará por referendo em assembleia nesta quarta-feira, 17.

A reportagem aguarda o posicionamento da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô).

Greve dos metroviários prejudicou a vida de trabalhadores no dia 28 de abril do ano passado. Na estação Corinthians-Itaquera, da Linha 3-Vermelha, os portões não foram abertos às 4h30 como de costume, relataram os passageiros que aguardavam do lado de fora. A categoria decidiu aderir ao chamado dia de greve geral, organizado por centrais sindicais.

As informações são do Estadão

0 Comentario "Metroviários de SP marcam greve para a próxima quinta-feira"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial