Homem que ejaculou em passageira é preso preventivamente

Mulher que foi vítima de um abusador em um ônibus em São Paulo, no início da semana, criticou a decisão da Justiça em libertar o agressor Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, que tem 15 passagens pela polícia incluindo três prisões por estupro.
Foto Reprodução: Rede Globo

O juiz Rodrigo Marzola Colombili determinou a prisão preventiva de Diego Ferreira de Novais, detido em flagrante neste sábado (2) após ter repetido ato obsceno sobre uma mulher num ônibus, em São Paulo. Quatro dias depois de ejacular no pescoço de uma passageira, ele esfregou o órgão genital no ombro de outra vítima. Agora, ele ficará preso por tempo indeterminado até ser julgado ou até surgir uma nova decisão no processo.

Novais teve a prisão preventiva determinada em audiência de custódia neste domingo. O promotor Luis Felipe Pegon Cerqueira Leite pediu a prisão ao juiz plantonista, que acatou o pedido. O juiz considerou o caso de sábado um estupro. Não há prazo para seu julgamento, já que o processo ainda será distribuído à vara responsável. O acusado ficará no Centro de Detenção de Provisória de Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo.

Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, já havia mais de uma dezena de passagens na polícia por episódios dessa natureza. O caso da ejaculação no pescoço de uma passageira levantou polêmica porque, um dia depois da prisão em flagrante, na audiência de custódia, o juiz José Eugênio do Amaral Souza Neto decidiu soltá-lo, por entender que "não houve constrangimento" à vítima.

Na delegacia, Novais disse que seus problemas começaram em 2010, após sofrer um acidente, quando passou a ter sentir compulsão sexual, sem condições de controle.

As informações são do Jornal O Globo


0 Comentario "Homem que ejaculou em passageira é preso preventivamente"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial